INÍCIO BIOGRAFIA RELEASE DISCOGRAFIA GALERIAS DIVULGAÇÃO CADASTRO AGENDA CONTATO
ÁGUA BOA DE BEBER (Zé Alexandre - Paulo Delfino) « voltar

O caminho era de barro
A água é de beber
Mas corria feito um rio
Pelo tempo do meu corpo
Pelo berço do meu sonho
E luzia feito ouro
E ardia pedra fogo

Então vejo minha cara
Meu cabelo e barba
Na visão olhada a fronte
Pelo tempo do meu corpo
Em um templo feito manto
Enredando o meu rosto
Que agora sorri pro novo

Água boa de beber... Água boa de beber...
Água boa de beber... Ôoh
Água...

Flora assim minha morada
Na manhã poente
Sou poesia, cor e alma
Pelo tempo do meu corpo
Canoando rios, mares
Num rebento de folia
Toda estrada estradaria

E com a cara nesse mundo
No retrato presente
Sou de novo uma criança
Pelo tempo do meu corpo
Segue o trem versando os trilhos
Nesse mar que nunca finda
E assim ter quereres de ser

Água boa de beber... Água boa de beber...
Água boa de beber... Ôoh
Água...